Um Estudo Mostra que os Jovens Usuários da Internet são os Mais Vulneráveis aos Ataques de Phishing

Jovens Usuários Internet Suscetíveis Ataques PhishingUm novo estudo conduzido por estudantes, professores e funcionários de uma Universidade, revelaram que as pessoas com idades variando entre 18 e 25 anos são sempre mais vulneráveis a ataques de phishing do que aquelas que são mais velhas.

Esse estudo recente, que consistiu no envio de falsos e-mails de phishing a um grupo composto por 515 estudantes, funcionários e professores da Carnegie Mellon University durante um período de 28 dias, revelou que os participantes mais jovens foram mais suscetíveis a acreditar nos e-mails. Os resultados mostraram que a maioria daqueles com idade entre 18 e 25 anos foram enganados pelos esquemas de phishing.

De acordo com o SecurityProNews, todas as faixas etárias do grupo que participou desse estudo eram vulneráveis ao ataque de phishing iniciado pela Wombat Security Technologies como um teste. Essa empresa de segurança usou esse estudo no seu serviço PhishGuru, uma ferramenta anti-phishing que permite que as empresas treinem os usuários, enviando a eles falsos e-mails de phishing.

O que esses resultados significam e como podemos resolver o problema?

Esses dados podem ser usados para o desenvolvimento de métodos e novas formas de treinamento, tendo como alvo os usuários de computador mais jovens e fazer com que eles saibam o que procurar. E porque foi descoberto que os usuários de computador mais jovens podem estar mais propensos a serem vitimados por ataques de phishing, com certeza um treinamento ou educação adequados, pode reduzir grandemente esse risco para muitos desses jovens. Para apoiar essa teoria, o CEO e fundador da Wombat Security Technologies, Norman Sadeh disse que, "Esta abordagem pode ser usada para apresentar as novas ameaças aos usuários e treinar aqueles que forem mais suscetíveis a ataques de phishing.

O phishing é apenas um dos aspectos do crescimento de questões de segurança na Internet. Hoje em dia, os usuários de computador não só têm medo de ataques de phishing, mas também de malware, spyware e outros parasitas nocivos, que vêm de várias fontes online tais como redes sociais, sites maliciosos e downloads perigosos. Pessoas de todas as idades estão sendo atacadas por todos os ângulos. Com base nesse estudo recente, pode-se dizer também que os usuários de computador mais jovens podem ser mais suscetíveis a outros tipos de ataques de phishing, tais como os que vêm através das redes sociais

Pode ser seguro aconselhar que todos os grupos etários estejam cientes dos ataques de phishing online, bem como de outras vulnerabilidades. A melhor maneira de se proteger é tomar medidas preventivas, tais como atualizar ou instalar um bom aplicativo antivírus ou antispyware.